RSS Feed

Para sempre

Posted by Eduardo Gomes






Não sei quantas primaveras passarão, se o inverno realmente está para chegar como dizem nos livros. Ou se o verão nos permitirá sorrir, depois que as folhas amarelas e secas do outono partirem.

Mas eu sei que meus dedos estarão a entrelaçar os seus quando as pétalas caírem; e te acordarei quando as flores desabrocharem. Os braços emaranhar-se-ão aos seus quando o frio chegar e te embalarão no ar quando as nuvens forem apenas coadjuvantes do sol.

Cadenciados pela pressa cotidiana, nossos pés trilharão compassados os mesmos caminhos. Ao final de cada jornada diária, eles estarão sobrepostos em descanso ou num eterno enamorar.

Quando sente sua falta, minha voz ecoa seu nome pelos corredores e sonha encontrar uma breve resposta que acalente os ouvidos. Os olhos procuram inquietamente os meios para chegar até você, mas eles se fazem em serenidade quando encontram os seus pares.

Dar de ombros para um pôr do sol ímpar. Ignorar a cor da lua e deixar a suspensão das estrelas apenas num vácuo de existência. Momentos de insensatez se eu não estivesse a te fazer feliz.

O tempo pode transitar por nossas vidas quantas vezes quiser, mas estarei ocupado demais te fazendo sorrir e não notaremos que o "para sempre" já começou. AMO-TE Petite!

0 comentários:

Postar um comentário